Posts com Tag ‘Sem noção’

Ontem foi dia de VMA (Video Music Awards) a premiação da MTV americana para os melhores videoclipes do ano segundo aquelas audiências, nada demais a registrar sobre a premiação, Lady Gaga levou um monte merecidamente afinal ela foi o mesmo o boom musical do ano, Justin bieber levou seu prêmio de revelação, agora é só aguardar o ostracismo depois que surgir o próximo fenômeno teen pré-fabricado, ainda houve espaço para os protocolares prêmios para rappers (que mesmo em baixa movimentam dinheiro demais para não serem lembrados).

Dentro de uma cerimônia protocolar e uma distribuíção de prêmios óbvia, claro que não podia faltar o Freak Show de Lady Gaga, que não se contenta somente em fazer hits dançantes, precisa também chocar com suas roupas digamos extravagantes. Ontem foi apresentado um modelo feito totalmente de carne (aparentemente bovina), nem vou comentar muito sobre a ótica do manifesto se é que esta foi a motivação de Gaga, mas não posso deixar de dizer que é uma idéia deveras desagradável.

Piadinhas sobre comer carne liberadas

Modelito bom de ver mesmo foi o da Bela Katy Perry, essa sim manda bem, vai mandar bem assim lá em casa…

Up to date: Segundo açougueiros conceituados do mundinho fashion não existem cortes nobres no vestido de Gaga, o melhor que tem por ali é uma capa de costela muito da sem vergonha.

Se relacionar com pessoas é algo complicado, se a pessoa em questão for um cliente então a complicação é elevada em N potências, quando existe um impasse entre o que podemos fazer e o que o cliente solicita então é confusão na certa.

Certo dia estava um colega atendendo uma pessoa claramente mal instruída por um desses advogados loucos por qualquer tipo de causa perdida, apesar de toda a sorte de explicações e demonstrações a figura sempre vinha com a mesma resposta:

– Isso não me satisfaz…

Resposta típica de pessoa que conversou 5 minutos com advogado mequetrefe doido para pegar mais uma causa caça-níquel, o fato é que uma hora acabam os argumentos e a paciência, nesta hora o que era um atendimento pode descambar para a discussão aí a instrução é terminar e deixar o cliente livre para agir de acordo com suas próprias idéias, só que sempre tem aquele que termina com a seguinte frase:

– Qual o seu nome?

Alerta ligado, na maioria dos casos quando se está embasado e certo do que se diz não é problema, mesmo assim fica aquela incômoda pulga atrás da orelha e tal é nesta hora que o Manoel, já de cabeça cheia sempre prefere ser chamado por José.

– Tenho o mesmo nome do pai de Jesus.

A resposta vem de bate pronto:

– Seu nome é Deus?

Imaginem quando o chefe receber o relatório dizendo que Deus maltratou um cliente…

Deus. Mas pode me chamar de Senhor.

Recebi esta ótima fábula via e-mail muito engraçada mesmo.

O COELHO E A COBRA, uma fábula moderna.

Numa manhã, um coelho cego estava descendo para a sua toca quando dá um encontrão numa grande cobra que ali estava.

Desculpe-me – disse o coelho, – não tinha a intenção de trombar com você, é que eu sou cego!

– Não há problema – responde a cobra – mas se pensar bem a culpa foi minha, que não percebi você chegar; é que eu também sou cega! Mas, por outro lado, que tipo de animal é você?

– Bem, não sei muito bem, sou cego, nunca me vi! Talvez você me consiga examinar e descobrir que tipo de bicho sou eu…

Então a cobra apalpou o coelho e disse:

– Bem, você é macio, tem longas e sedosas orelhas, uma cauda que parece um pompom e um pequeno nariz. Você deve ser um coelho! O coelho ficou tão contente que dançou de alegria.

Então a cobra disse que também não sabia que tipo de animal ela era e o coelho concordou em tentar descobrir.

Após ter examinado a cobra, o coelho respondeu:

– Você é dura… é fria… é viscosa e não tem ovos, mas parece masculina… Você deve ser a Dilma Roussef

KKKKKK, celebrando a queda da CENSURA ao humor imposta por aqueles que mais fazem graça com o povo, eu achei muito engraçado e você?

Hum, talvez ela não tenha gostado tanto… òtima sexta para todos nós.

Lei Maria da Penha é para os fracos:

Foi só para conquistar respeito.

Não acredita? Clica aqui.

1- Por que quando alguém nos pede que ajudemos a procurar um
objeto perdido, temos a mania de perguntar: ‘Onde foi que você perdeu?
2- Por que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam
numa época antes de Cristo?
3- Por que o Dunga levou aquele time pra copa?
4- Se depois do banho estamos limpos porque lavamos a
toalha?
5- Como é que a gente sabe que a carne de chester é de chester
se nunca ninguém viu um chester?(vc já viu um chester?)
6- porqe zeeca pagodinho canta samba
e exaltasamba conta pagoode?
7- Por que estudamos se nem pra ser presidente precisa ter nivel superior???
8- Por que a palavra ‘Grande’ é menor do que a palavra
Pequeno?
9- Por que ‘Separado’ se escreve tudo junto e ‘Tudo junto’ se
escreve separado?
10- Se o vinho é líquido, como pode existir vinho seco?
11- Como se escreve zero em algarismos romanos?
12- Por que quando a gente liga p/ um número errado nunca dá ocupado?
13- Por que as pessoas apertam o controle remoto com mais
força, quando a pilha está fraca?
14- Como sabem que o universo é infinito se ninguém quase nem passa de Plutão?
15- Quando inventaram o relógio, como sabiam que horas eram,
para poder acertá-lo?
16- Por que o o Super-homem usa a cueca por cima da calsa?
17- Como foi que a placa ‘É Proibido Pisar na Grama’ foi colocada lá?
19- Por que tem gente que acorda os outros para perguntar se estavam
dormindo?
20- Se o Pato Donald não usa calças, por que ele amarra uma toalha na
cintura quando sai do banho?

É old mas é engraçado, lembrei ao passar pelo Besteironas.

Se bem que infelizmente na minha timeline as meninas estavam beeeem tímidas, mas vamos lá fotos de cuequinhas boxer para fortalecer (ou não) o movimento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E a piadinha da cara de bunda é velha.

Vale demais a pena ler o ótimo texto que encontrei lá no Passinho à frente, sobre a absurda esquete da dita mulher arroto (neste caso direcionada a grande Laura Cardoso) e sobre o que o brasileiro médio tem tido como humor nos últimos tempos, uma ode à escatologia e ao desrespeito as liberdades e convicções individuais em nome de um “humor” vazio de conteúdo e desprovido de qualquer tipo de reflexão moral ou social.

O brasileiro é um anarquista. O brasileiro é um pandego. O brasileiro é um fanfarrão. O brasileiro é um IDIOTA. Perdoem se generalizo mas só sermos uma nação de idiotas explica a audiência de um programa como o Pânico. Se você é fã do programa deixe que lhe mostre uma coisa. Está vendo a logo do Passinho? Ela foi retirada de um quadro de Monty Phyton, The Minister of Silly Walk. Estou lhe mostrando isso para que você entenda o que eu considero HUMOR. Monty Phtyton é minha referência de humor. Entendido? Vamos seguir adiante.                Mais…

“Vale” a pena ler também os comentários onde tem gente até mesmo dizendo que ia gostar se o arroto fosse direcionado à própria mãe, me espanta o quão imbecil nossa sociedadade está ficando, se quiser ver vídeos estão aqui.

Você realmente vê graça em arrotar no rosto dessa senhora?

Up to Date: Após toda a polêmica o programa Pânico na Tv retirou o quadro da mulher arroto do ar, segundo nota oficial porque seria díficil a porquinha passar despercebida em futuros eventos.

Comentário que depositei em um blog de crônicas esportivas do conglomerado global, após cansativas leituras de ataques desprorcionais e desprovidos de qualquer embasamento. E principalmente irritantes ao glorificar a seleção Argentina em detrimento de nosso escrete, mania de pagar-pau, enquanto para eles ainda somos os “macaquitos”.

Quer falar bem da seleção Argentina, fale desta aí.

Caro formador de opinião, por favor, a sanha editorial promovida contra o treinador Dunga já começa a ofender nossa inteligência. Porque em momento algum vocês  podem dizer que perdemos para um time tão bom quanto o nosso em uma competição que 32 disputam mas apenas 1 vence?

A seleção de 1982 jogou um “verdadeiro futebol brasileiro” e foi recebida com honras? A de 86 tabém jogou um belo futebol e como foi recebida? Se bem me lembro os jogadores destas duas seleções até hoje carregam um incomodo rótulo de perdedores. Até a recente seleção de 98 que fez um bela Copa vive até hoje com a suspeita de ter vendido o resultado para a França.

Enquanto isso os Argentinos o que fazem? Receberam Maradona de braços abertos após diversos escandalos de doping, fazem festa após festa para uma seleção que além de possuir os títulos mais “manchados” da história dos mundias não conquista NADA de relevante há 2 décadas, e vão continuar fazendo isso porque é a caracteristica deles, eles são assim veem gloria em simplesmente lutar. O que nem de longe significa que fizeram uma copa melhor que a nossa: bateram em um punhado de babas e quando tiveram um time forte pela frente levaram um baile, exatamente como vinham fazendo durante todo o periodo em que o queridinho Maradona esteve à frente da equipe. Se bancar o gordinho simpático for quesito para avaliar o despenho de uma equipe me avise.

E no Brasil em que nem Pelé é endeusado, Zico, Sócrates e Falcão são perdedores você esperava o que da torcida? Ainda mais uma torcida inflamada por opniões no mínimo questionáveis de uma imprensa que para tentar manter seus argumentos se esquece de tudo o que disse desde o final da copa de 2006. Ou agora R Gaúcho, Adriano e outros mereciam vaga? Ganso escondia uma lesão e mesmo se estivesse 100% era em meninos que jogaram 6 meses de futebol que iriamos depositar a esperança de trazer a Copa para nós? Simplesmente desnecessário confundir os passionais torcedores argentinos com a brutalmente exigente plateia brasileira, porque ao que me parece esquecemos a diferença entre assistir e torcer quando inbutiram em nosso pensamento coletivo que a vitória é o único meio de se brilhar no esporte.

Update: Depois de quase 9 horas o comentário ainda não foi liberado no blog esportivo em questão. Não vou colocar links porque eles não precisam de mais visibilidade.

Gatinhas tatuadas são tudo de bom, mas todo cuidado é pouco pois uma ótima idéia pode se tornar uma merda que vai te acompanhar pelo resto da vida, haja sal grosso…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Todo pescador que se preze tem que colocar na maleta de apetrechos uma cámera fotográfica para registrar os peixes fisgados e evitar quaisquer gozações, que nem fizeram esses caras aí embaixo logo depois de passar na peixaria.

Mape já fisgou um lambari de 100 gramas.