Arquivo da categoria ‘Sem categoria’

Você vai descobrir que…

Publicado: 01/03/2011 em Sem categoria

Que toda a empáfia do mundo não supera um sorriso, que a humildade é muito mais sincera que a arrogância, que é muito bom ter tudo o que ser quer mas que é melhor ainda merecer tudo isso. Um dia você vai descobrir que seus pais falavam a verdade e vai descobrir que perdeu tempo não os escutando, um dia irá descobrir que o tempor é nosso bem mais precioso e que desperdiçá-lo com mesquinharia em nada lhe engrandeceu.

Vai descobrir que mesmo as batalhas vencidas deixam marcas e feridas, e que viver em guerra é desgastante mesmo quando se “vence”. Você vais decobrir que a maioria das batalhas poderiam ser evitadas e que muitos de seus ferimentos foram provocados por você mesmo. Vai descobrir que quem procura sempre acha, mas muitas vezes não tem controle sobre aquilo que encontra.

Vai descobrir que as palavras tem peso e que muitas coisas dependem de escolher as palavras corretamente. Vai decobrir que a palavra dita não volta e que desculpar é muito diferente de perdoar. Vai descobrir que a vida dá muitas chances, mas que as grandes chances são raras e preciosas.

Vai descobrir que sempre se descobre algo logo após ter tido a oportunidade de fazer bom uso de seus conhecimentos mas vai decobrir que cada descoberta é um aprendizado e cada aprendizado é uma chance de fazer diferente da próxima vez.

O blog está meio as moscas, muito pela agenda lotada e as noites agitadas de verão, então vou oficializar agora um recesso momesco para este espaço, não que seja impossível surgir algo novo por aqui mas vai ser bem difícil viu? Um ótimo carnaval para todos nós.

Para você que está todo preocupado se vai ou não mudar de signo, ótima explicação para uma polêmica que apesar de recente nos Trendings Topics, já está muito bem resolvida entre os estudiosos.

Serpentário: Conheça o 13° signo do Zodíaco, segundo a Nova Astrologia Ophiuchus, o Serpentário, é uma constelação do zodíaco. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Ophiuchi. Representa-se o serpentário como um homem segurando a Serpente, que fica dividida em duas partes no céu, Serpens Caput e Serpens Cauda, sendo mesmo assim contadas como uma única constelação. SERPENTÁRIO RS Ophiuchi, uma estrela muito fraca, é parte de uma classe incomum conhecida como "novas recorrentes", cujo brilho aumenta em int … Read More

via DIÁLOGOS POLÍTICOS

Sim essa é a candidata da situação à presidencia da república, sim esta entrevista realmente aconteceu.

Eu sou favorárel as duas posições que a cadidata apresenta, sou a favor da descriminilazação do aborto, e não acredito neste Deus propagado pela maioria, mas sei que minha postura não é compartilhada pela maioria, e respeito o regime democrático neste ponto, a maioria decide e ponto.

Mas sou absurdamente contrário a mudança de opinião baseada em momentos politicos ou necessidades eleitoreiras. Não concebo ter como chefe de estado alguém que muda ou renega suas convicções ao sabor das necessidades momentâneas, como entregar meu voto que simboliza minha crença nas promessas feitas durante a campanha à alguem que troca de posicionamento ao sabor das marés? Isto é desvio de caráter, algo que não se espera de um chefe de estado.

O ótimo Imprensa Marrom discorreu mais profundamente sobre o tema aqui.

Mape é do tempo em que o caráter de alguem se media pela disposição com que se defendia suas convicções.

Faz parte do processo político se posicionar, adotar um postura e uma opinião, e mesmo apoós muita reflexão se faria ou não isto neste espaço, optei por não esconder minhas preferências e melhor explicitar as principais causas de minha escolha no pleito do próximo domingo.

E não há como negar que minha escolha recaiu sobre o candidato José Serra do PSDB muito por causa da outra opção, em um eleição polarizada, onde apenas dois candidatos tem reais condições de chegar ao planalto. Respeito o crescimente de Marina Silva nas intenções de voto mas perdoem o trocadilho ainda a acho muito VERDE, se é que me entendem.

Não vejo motivos para mais quatro anos de continuísmo de um governo que  não apresenta os resultados que poderia, não vejo motivos para comemorar crescimentos da ordem de 5% enquanto todos os países do grupo “emergente” apresentam índices em torno de 7 a 10 % ao ano, aliás nesse ponto por diversas vezes nosso desenvolvimento foi menor que de muitas republiquetas ainda subdesenvolvidas.

Cansado de ver o assistencialismo descompromissado como única tentativa de inclusão social, dezenas de cartões e vales desperdiçando dinheiro público e onerando contribuintes a troco de nada. Assistência social é necessária, mas também se faz necessária a auto-determinação do cidadão, não basta ir ao banco todo dia 5 sacar um benefício pelo qual não se faz contrapartida.

Desmotivado após 8 anos em que não se tentou desonerar a carga tributária e pelo contrário se luta com todas as forças pela volta da CPMF, para financiar o agigantamento e um estado que já é enorme e caro de se manter.

Abismado com o uso político e imoral de cargos públicos e da máquina administrativa, desde instituíções e orgãos de basea até a ante sala da presidência. Se trocam as pessoas, um pouco de tempo, investigações demoradas e interrompidas por interesses partidários e se aguarda a nova polêmica em um ciclo que não mostra indícios de chegar a um final.

Incomodado com as tentativas de restringir as liberdades de imprensa e de opinião, através da criação de agências reguladoras que na verdade serão verdadeiros orgãos de censura a trabalho do governo, algo absurdo de se pensar nos dias de hoje mas que é levado muito a sério nos corredores do planalto.

Triste de ver meu país cada vez mais ligado a ditaduras totalitárias, a governos populistas e a regimes onde as restrições às liberdades individuais são cada vez maiores, nada me explica a abraço fraternal ao regime iraniano, o apoio aos desmandos chavistas, e o afastamento ideológico e principalmente comercial de economias muito mais viáveis e importantes.

Entre outras coisas eu escolho não apoiar o continuísmo, porque eu acho que meu país pode ser melhor visto, porque eu acredito que inclusão social não se faz somente com cartões de benefício, pelo fim do governo de “amigos” e porque eu acho que meu país pode mais.

Por isso em 3 de outubro eu votarei em José Serra.

Em breve retornaremos à programação normal.

Zé Ramalho, simplemente foda.

Ótima semana para nós.

Quando li que o Filho de Bob Marley, Zig estava para lançar uma HQ sobre um super herói maconheiro logo pensei: Lá vem merda… , e pensei em esculhambar a idéia por aqui, mas o Under Kids já fez isso muito bem, vejá lá…

Super Herói Maconheiro Lorelay Fox é a Super DragQueen Talvez essa seja mais uma das grandes empreitadas sem noção de filhos de pessoas famosas em busca de notoriedade. Se já não bastasse a fama que o Bob Marley e toda a cultura rasta tem de maconheiro, Zig Marley, o filho de Bob, criou a história em quadrinhos do Marijuana Man, ou Homem Maconha. Se trat … Read More

via Under Kids

Vale tudo para aparecer na Copa? Para algumas “torcedoras” sim, vale até mesmo enfrentar o frio quase glacial do inverno Sul Africano em trajes sumários para fazer a alegria de fotográfos e da torcida masculina, já que dentro das 4 linhas esta copa não tem mostradado nada de muito interessante.

Isso não devia ter sido banalizado Por Mariana Medeiros Foi-se o tempo em que Copa do Mundo era um evento exclusivamente futebolístico. Hoje, ela consegue mexer com a vida das pessoas, inclusive das que não gostam tanto assim de futebol. Não sei ao certo em que categoria de torcedores eu me enquadro, já que não me considero fanática, mas costumo acompanhar o que rola no mundo dos gramados, até mesmo quando não se trata de um campeonato em proporções mundiais. Mas o fato é que dura … Read More

via Que Que Há