Vale visitar 6ª Bienal do Livro – Campos dos Goytacazes

Publicado: 10/11/2010 em Opinião, Vida real
Tags:

O que é bom tem que ser elogiado, então tenho que elogiar a iniciativa da prefeitura municipal de Campos dos Goytacazes em realizar Bienais do livro na praçã São Salvador, no centro da cidade, local de grande movimento e fácil acesso a toda a população.

Uma pena que somente 4 grandes livrarias/editoras tenham montadso estandes, o que significa que muitos estandes foram ocupados por vendedores de revistas, papelarias com cadernos do Justin Bieber, aliás Justin Bieber é o rosto mais visto em toda a bienal, para a alegria das adolescentes que simplesmente ignoram os livros para ficar correndo atrás de cromos do cantor mirim, realmente uma pena.

Os preços não estão tão convidativos, ou talvez eu esteja por fora do preço de livros, mas não é um ambiente para escolher livros, crianças correndo, professores a beira de um ataque de nervos, corredores estreitos e você fica sem a paz necessária para escolha de um bom livro.

Escolher um livro é quase como escolher um relacionamento, não vale a pena, retirar o livro da prateleira da loja para simplismente guarda-lo empoeirado na sua estante entre vários outros, um livro vala a pena quando ao final não ficam mémorias, mas sim registros, algo vivo, que sempre nos acompanhará e ajudará nas mais diversas passagens… nossa viajei rsrsrs.

Mas para não falar que não vi nada interessante, estava lá perdido no meio de livros de auto ajuda sobre relacionamentos, perdido mesmo pois não se trata disso, mas o título deve ter confundido aquelas aspirantes a modelo que são chamadas pra trabalhar nos estandes.

A mãe que entrou em órbita ou Como Casar com um Rapaz solteiro – João Bethencourt – não deve ser muito novo, mas tem o tipo de humor que me agrada, seco, de tiradas fulgazes, uma crítica social muito bem humorada, que logo no primeiro conto onde é introduzida a história do tal rapaz “solteiro” me levou a pensar: Ainda que seja difícil, certamente é muito fácil que se casr com um rapaz casado.

Anúncios
comentários
  1. Guilherme disse:

    Gostei da dica do livro, vou procurar esse trem.

    Sô, e o nosso flamengooooooooooooo gzuis!