Declarando o voto: José Serra 45

Publicado: 30/09/2010 em Opinião, Pensamento, Sem categoria
Tags:, ,

Faz parte do processo político se posicionar, adotar um postura e uma opinião, e mesmo apoós muita reflexão se faria ou não isto neste espaço, optei por não esconder minhas preferências e melhor explicitar as principais causas de minha escolha no pleito do próximo domingo.

E não há como negar que minha escolha recaiu sobre o candidato José Serra do PSDB muito por causa da outra opção, em um eleição polarizada, onde apenas dois candidatos tem reais condições de chegar ao planalto. Respeito o crescimente de Marina Silva nas intenções de voto mas perdoem o trocadilho ainda a acho muito VERDE, se é que me entendem.

Não vejo motivos para mais quatro anos de continuísmo de um governo que  não apresenta os resultados que poderia, não vejo motivos para comemorar crescimentos da ordem de 5% enquanto todos os países do grupo “emergente” apresentam índices em torno de 7 a 10 % ao ano, aliás nesse ponto por diversas vezes nosso desenvolvimento foi menor que de muitas republiquetas ainda subdesenvolvidas.

Cansado de ver o assistencialismo descompromissado como única tentativa de inclusão social, dezenas de cartões e vales desperdiçando dinheiro público e onerando contribuintes a troco de nada. Assistência social é necessária, mas também se faz necessária a auto-determinação do cidadão, não basta ir ao banco todo dia 5 sacar um benefício pelo qual não se faz contrapartida.

Desmotivado após 8 anos em que não se tentou desonerar a carga tributária e pelo contrário se luta com todas as forças pela volta da CPMF, para financiar o agigantamento e um estado que já é enorme e caro de se manter.

Abismado com o uso político e imoral de cargos públicos e da máquina administrativa, desde instituíções e orgãos de basea até a ante sala da presidência. Se trocam as pessoas, um pouco de tempo, investigações demoradas e interrompidas por interesses partidários e se aguarda a nova polêmica em um ciclo que não mostra indícios de chegar a um final.

Incomodado com as tentativas de restringir as liberdades de imprensa e de opinião, através da criação de agências reguladoras que na verdade serão verdadeiros orgãos de censura a trabalho do governo, algo absurdo de se pensar nos dias de hoje mas que é levado muito a sério nos corredores do planalto.

Triste de ver meu país cada vez mais ligado a ditaduras totalitárias, a governos populistas e a regimes onde as restrições às liberdades individuais são cada vez maiores, nada me explica a abraço fraternal ao regime iraniano, o apoio aos desmandos chavistas, e o afastamento ideológico e principalmente comercial de economias muito mais viáveis e importantes.

Entre outras coisas eu escolho não apoiar o continuísmo, porque eu acho que meu país pode ser melhor visto, porque eu acredito que inclusão social não se faz somente com cartões de benefício, pelo fim do governo de “amigos” e porque eu acho que meu país pode mais.

Por isso em 3 de outubro eu votarei em José Serra.

Em breve retornaremos à programação normal.

Anúncios

Os comentários estão desativados.