Arquivo de agosto, 2010

Lei Maria da Penha é para os fracos:

Foi só para conquistar respeito.

Não acredita? Clica aqui.

– Caramba

– MELDELS

– Nuss

Essas são as expressões mais divulgaveis que se multiplicam durante a exibição do BlockBuster assinado e protagonizado por Sylvester Stallone, Mercenários The Expendables – O ambicioso projeto do ex-Rambo em reunir os maiores pica-grossas do cinema de ação de ontem e de hoje e fazê-los quebrar tudo nas telonas consegue atingir com méritos seu objetivo, esqueça enredo, drama, romances arrebatadores e se atenha ao básico, explosões, lutas, armas das mais variadas e sangue espirrando, cinemão pipoca em sua mais pura essência oitentista.

No elenco astros da porrada em profusão Jason Statham, Jet-Li, Dolph Lundgren, “Stone Cold” Steve Austin, Terry Crews, Mickey Rourke, Bruce Willys, Arnold Schwarzenegger, quem não está lá não foi homem o suficiente pra encarar (certo Van Damme?) e ainda tem a delicinha brazuca Gisele Itiê para compensar o excesso de músculos na tela.

A história é a mesma de sempre, um paíseco que poderia ser oriental mas dessa vez é latino (as pessoas falam espanhol) comandado por um ditador, nehum governo vai se meter oficialmente e sobra pro grupo de Stallas ir lá e mandar a bagaça pelos ares, simples e direto.

Mas mandar a bagaça pelos ares é uma arte e essa galera faz isso da melhor forma possível, e é esse o mérito do filme: fazer muito bem o que se propoem, os brucutus espancam, explodem, atiram, decepam, decapitam com maestria e ainda soltam uma piadinha entre uma morte e outra, tudo o que se espera deste tipo de filme.

Poderia dizer que algumas cenas de luta ficaram confusas, que os personagens poderiam ter mais “profundidade (ui)”, que não teve romance, mas quer saber tudo isso seria frescura e Mercenários não é filme para quem quer ver frescura.

Após mais uma vexatória entrega de ouro aos miséraveispor parte do Flamengo, olha o que o Google imagens traz como resultado para a famosa frase de Padre Quevedo: Isso non ecxiste.

Por essa o Arthuzão não esperava.

Infelizmente não tem como não começar o melhor dia da semana com esta constatação, a bronca é devida e vai continuar enquanto este time não jogue no mínimo aquilo que no papel pode jogar. O sofrivel empate de ontem contra a galinhada morta das Minas Gerais é mais um dos injustificáveis resultados que o Mengão coleciona este ano, resultados que praticamente jogam fora mais um campeonato, como antes foi feito com o Carioca e com a Libertadores mais fácil da história, para que se tenha uma idéia da facilidade desta última Libertadores basta dizer que Celso Roth levantou o caneco.

Luxa? A galera tá aceitando qualquer coisa.

O pior é a sensação de limbo em que se encontram os ânimos flamengos, todo mundo sabe que não está bom, mas após um ano vitorioso a equipe deixou o sangue nos olhos se diluir e entrou em uma marcha lenta que contagiou até a torcida, se em campo durante todo o ano vimos uma equipe lenta que produz menos do que poderia, as arquibancadas também demoraram a acordar e cobrar maior empenho e resultados.

Mesmo com a boa estréia de Diogo, ficou mais uma vez nítido que o atual treinador não sabe utilizar o que o elenco tem de melhor, ele simplesmente posiciona os atletas dentro de um esquema clássico perdendo por exemplo as virtudes de nossos laterais e a voluntariedade de Renato, some isso a anomalias do estirpe de Val Baiano e Borja e aos 68 anos de idade de nosso principal articulador e vc tem uma equipe previsivel e inerte.

Acredito no Zicão, e o trabalho está sendo feito de forma correta, o Fla hoje está certamente entre os 5 elencos mais qualificados do Brasil, mas a permanência de Rogério a frente do time me parece que já se torna um desperdício de tempo, tempo que um treinador mais ambicioso poderia usar para buscar posições mais honradas na tabela e alcançar a classificação para Libertadores que deve ser o objetivo do clube neste ano.

As vezes voCê não compra um livro porque não acha que ele vale o preço, mas no caso abaixo por 40 dinheiros eu até levava o “livro”…

É edição de bolso, mas dizem que cumpre seus objetivos.

Música à capela: On the Rocks

Publicado: 23/08/2010 em Música
Tags:,

Conheçam o On The Rocks, grupo vocal que vem lá do distante estado americano do Oregon. Veja a versão dos caras para o hit Bad Romance de Lady Gaga:

Uma versão mais trabalhada:

Stacey´s Mom

Sensacional: Never gonna give you up (Rick and roll)

Bela Kate Perry

Publicado: 20/08/2010 em Bela
Tags:

Porque não basta ser bonita, atitude é fundamental.